GDF aumenta número de leitos para atender a nova onda da Covid-19

Mais 100 leitos e um novo hospital acoplado para o combate à covid

Espaços serão abertos no Hospital da Polícia Militar do DF e na nova unidade modular, em Planaltina

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai abrir mais 100 leitos destinados ao tratamento de pacientes com covid-19. A contratação emergencial é para ocupar o Hospital da Polícia Militar do DF (PMDF), que está em condições de receber equipamentos, insumos e profissionais imediatamente.

Além disso, o Executivo local está em negociação avançada para construir uma unidade modular no Hospital Regional de Planaltina, a exemplo daquelas instaladas em Ceilândia e Samambaia.

Atualmente, o DF dispõe de 182 leitos para o tratamento da doença. Com a alta no número de internações, esses leitos têm atingido a capacidade máxima, exigindo uma ação imediata do governo, como tem sido feito.

Nesta quarta-feira (9), o governador Ibaneis Rocha reuniu-se com o secretário de Saúde, Manoel Pafiadache, com o presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa, e com representantes das empresas hospitalares privadas para acelerar o processo de contratação de leitos e do novo hospital modular do DF.

"Estamos empenhados na abertura de mais leitos para atender a população nesta terceira onda, que veio com muita violência e tem internado muitas pessoas", detalha o governador Ibaneis Rocha. "Estamos trabalhando para atender a população do DF o mais rápido possível para encerrar essas filas e ter o atendimento completo da sociedade. Acredito que em 10 dias teremos o hospital aberto e funcionando para atender a população", completa.

"Esses leitos vão fazer uma diferença muito grande. Esperamos até o final de segunda-feira (14) poder abrir o pregão da contratação regular", adianta o secretário de Saúde, Manoel Pafiadache.

O gestor da Saúde também reforçou o empenho do governo em construir mais um hospital modular no DF. "Vamos avançar com mais um hospital acoplado em Planaltina, que está bem encaminhado, e agora a gente vai ajustar para avançar nisso. Além de ajudar no combate à covid-19, ele também vai se tornar um legado", reforça.

No início do mês, o GDF liberou R$ 32 milhões para contratar 100 médicos e aproximadamente 400 enfermeiros e 400 técnicos de enfermagem. Esses profissionais já começaram a ser chamados e vão reforçar o combate à doença.

Atualmente, o DF tem mais de 87% da população vacinada com a primeira dose, mais de 78% com a segunda dose e mais de 27% com a dose de reforço. Os gestores de saúde lembram que somente com o ciclo vacinal completo é possível estar mais protegido contra a doença.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Taito to supply metal, but not enough for Japanese
    Taito is taking a similar approach to Japanese manufacturing. This year, polished titanium they're bringing back titanium legs some Japanese titanium build for kodi The Japanese titanium connecting rod metal titanium trim hair cutter reviews label, Taito,

    ResponderExcluir